quarta-feira, 9 de junho de 2010

Nozes provocam saciedade e ajudam a perder peso


Sementes oleaginosas recebem este nome exatamente pela quantidade de ácidos graxos, vitaminas lipossoluveis e fosfolipidios que apresentam em sua composição. E por conter boa quantidade destes compostos, as sementes em geral, como castanhas, amêndoas, pistache, baru, nozes, amendoim, linhaça, são recomendadas nos intervalos das refeições principais por provocarem saciedade e ajudarem o paciente a apresentar menos fome na próxima refeição. Ou mesmo podem ser adicionadas em uma refeição principal, para que a fome só apareça mais tarde, caso não haja tempo para consumo de um lanche no intervalo. Foi isso que comprovou estudo que acaba de sair na revista Obesity. Os autores propuseram aos voluntários incluir em uma refeição líquida (entenda vitamina), 48g de nozes (em torno de 5 unidades), no café da manhã. Parte dos resultados é o que vc pode observar no gráfico acima. Os indivíduos que consumiram as nozes apresentaram bem mais saciedade que o grupo controle, confirmando a sugestão de consumo destas sementes com objetivo de provocar inibição do apetite. Acho válido acrescentar que nozes são boas fontes de gordura ômega 3 (ácido alfa linolênico) e ômega-9 (ácido oleico), importantes em vários doenças crônico degenerativas, em especial, nas doenças cardiovasculares. Ressalto também que por apresentarem certo poder alergênico, é interessante fazer variação e rotatividade no consumo entre as sementes. A cada 15 dias, por exemplo, trocar de variedade.

5 comentários:

Luciane Coelho disse...

Puxa Henrique Freire, realmente gostei do estudo, mas ficaria muito mais feliz se tivessem pego uma faixa etária diferente da que foi pesquisada...Ah! E também acho que o shake do grupo controle poderia ter a mesma quantidade de proteína que o grupo das castanhas, né! Obrigada!!
Luciane Coelho

Endim Mawess disse...

acho que vale também para a castanha do pará.

Mônica Brandão disse...

Olá Henrique, gosto muito do seu blog, tanto que tenho ele linkado no meu (www.comerparacrescer.com). Como lá escrevemos sobre alimentação infantil, você sabe me dizer se a história da saciedade criada pelas nozes também valeria para ajudar crianças a lutarem contra a obesidade infantil?
beijos
Mônica

Henrique F Soares disse...

Com certeza vale para todas as castanhas por terem perfis de aminoácidos e ácidos graxos essenciais, bem como teor de gordura total, muito próximas. Mônica, meu filhos comem castanhas desde os 12 meses de idade.

Mônica Brandão disse...

Olá Henrique, eu novamente. Como gostaria de transformar nossa conversa em um post, com link para cá, queria tirar mais uma dúvida: muitas pessoas têm medo de oferecer castanhas para crianças com medo de alergias. Como ajudar essas pessoas a perderem o medo? Ou o medo procede em alguns casos?
beijos
Mônica