sexta-feira, 15 de abril de 2011

CÉREBRO DO OBESO X CÉREBRO DO MAGRO



Muito legal estudar estas modificações cerebrais que acontecem quando se ganha muita gordura corporal. Os autores do trabalho que os amigos observam na foto acima, conseguiram demonstrar que várias áreas do cérebro de obesos são desligadas, em especial, áreas responsáveis pela produção de dopamina, o que faz com que o obeso tenha menor satisfação, saciedade com o que está comendo e ainda tenda a beliscar compulsivamente durante todo o dia. Legal também que já sabemos que podemos estimular nutricionalmente a produção de dopamina. Em julho vou ensinar isto no curso de extensão que vou ministrar em Goiânia sobre obesidade.

obs: as áreas em azul na foto são as desligadas. Mais abaixo estas áres vistas em corte tridimensional frontal.

3 comentários:

Izabeka disse...

Ola henrique, nadahaver com este asunto mas os programa da Globo realmente são desanimadores...Acabei de escutar que nãoexiste diferença entre azeite extra virgem ou de oliva que a quantidade de gordura deles não difere e que tanto faz o tipo que você ingere....
otima aula de hoje

Henrique F Soares disse...

Oi Izabeka, infelizmente não tive como assistir pois estava no avião retornando da aula aí de Salvador (aliás turma muito boa a de vcs). De qualquer forma é uma pena se isto foi colocado deste jeito. A composição da quantidade de gordura realmente não difere e muito pouco na proporção entre os ácidos graxos, mas a composição dos compostos fenólicos (parte mais importante do azeite) é completamente diferente entre um azeite 0,1 e 0,7% de acidez (ambos extra virgem), que dirá de um extra virgem para um virgem ou simplesmente azeite de oliva.

Grande abraço.

Henrique F Soares disse...

Rico, a escolha que vc fez do azeite está correta e a marca também é boa. Não divulguei seu comentário pois vc divulgou seu telefone, e isto pode ser perigoso na internet. Forte abraço.