domingo, 10 de abril de 2011

JANTAR IGUAL AO ALMOÇO?


Um dia desses um paciente me perguntou se era correto jantar? Ele quiz dizer comer comida, repetir o almoço, algo bastante comum nas prescrições dietéticas. Eu disse que comer comida não seria o problema, mas é preciso avaliar os hábitos de cada um, os objetivos de cada um, a capacidade digestiva de cada um, enfim, individualizar, mas o que afirmei para ele e que tenho como ponto de vista definido é que se uma vez prescrito jantar igual ao almoço, e se no almoço houver uma porção de leguminosas (feijão por exemplo), este não deve ser incluído no jantar. E mostrei a ele que esta recomendação não é minha, mas baseada em estudos conforme a recomendação da pirâmide alimentar brasileira, que sugere apenas uma porção de leguminosas ao dia.

4 comentários:

Livia disse...

Henrique, há pacientes que você não indica comida no jantar? Obrigada!

Henrique F Soares disse...

Oi Livia,

sim vários. Asim, como há pacientes que comem macarrão no desjejum, quinua cozida no desjejum, especialmente maratonistas, triatletas.

Um sbraço.

Mariana disse...

Henrique, e qual seria o motivo de não indicar mais de uma porção de leguminosas ao dia?

Henrique F Soares disse...

Excesso de: Saponinas, lectinas, inibidores de bowman birk e sulfuração.