quinta-feira, 19 de abril de 2012

GERGELIM E LINHAÇA PARA ENGRAVIDAR!!

Estava eu comendo uma barrinha feita de sementes de linhaça e gergelim e resolvi fazer postagem sobre elas. Existe uma ampla discussão na ciência mundial sobre os possíveis efeitos estrogênicos das lignanas encontradas nestas duas sementes. Este é um assunto a ser abordado com calma, em uma mesa redonda, workskop, algo do gênero. Mas vale a colocação aqui que alguns cientistas já conseguiram demonstrar, ao menos em animais, que o extrato de gergelim pode aumentar os níveis de testosterona, assim como a linhaça. E parte da explicação se dá pelo efeito inibidor da enzima 5 alfa redutase, enzima que quando bloqueada, evita a transformação da testosterona em dihidrotestosterona, reduzindo o risco de câncer de próstata e mama por exemplo, e aumentando os níveis de testosterona. Há quem diga que gergelim é fonte de vitamina T, só não se sabe se o T é de Tahine ou da Testosterona.

Quem desejar ler mais:

5 comentários:

Anônimo disse...

Bom dia Henrique, lembro-me de uma postagem sobre biscoitos cream cracker, e encontrei uma notícia sobre novidades da triunfo. Ainda nao encontrei a informação nutricional ou os ingredientes, mas acho que serão boas opções.

http://exame.abril.com.br/marketing/noticias/triunfo-lanca-linha-de-biscoitos-saudaveis

Paula

Anônimo disse...

Falando sobre a linhaça para engravidar, é vero que o uso da linhaça em mulheres gestante, pode causar sangramento? o que então não seria recomendado o consumo no periodo na gestação?
Se sim poderia me explicar o porque?
Grata
Deborah Caroline

Henrique Soares disse...

Não, a chance de linhaça gerar sangramento é muuuuito baixo. Sua contra indicação é por alteração glandular. Assim que tiver chance, faço uma postagem sobre isso. Obrigado Deborah.

Mariana Andrade disse...

Henrique, considerando o metabolismo dos hormônios sexuais, a testosterona ligada à SHBG não tem atividade, certo? O que fazer quando os exames bioquimicos apontam baixos níveis de testosterona livre (5, com valores de referencia de 2,4 a 37) e concentrações de SHBG acima dos valores normais?? 177 (VR, 22 até 130) Umas das queixas importantes da paciente é a redução consideravel do desejo sexual.
Obrigada!

Henrique Soares disse...

Não Mariana, na mulher a avaliação da SHBG é diferente, depende do grau de resistência a insulina, da gordura abdominal, cistos ovarianos, dos níveis de estradiol, progesterona, LH, FSH e prolactina. Verifique também cirrose ou alteração estrogênica hepática, nível de tiroxina, se está entrando na menopausa, e principalmente nível de DHEA e DHEAs.