sexta-feira, 18 de março de 2011

ATÉ O CHORO DEPENDE DO INTESTINO!!

Impressionante e é verdade. Este efeito é comprovado em artigos por ação do microorganismo lactobacillus reuteri. A redução das cólicas intestinais em crianças derivadas da regulação do intestino por prevenção da disbiose parece ser o mecanismo principal. Recentemente a Nestle relançou seu suplemento de fibras prebióticas, só que agora acrescida deste lactobacilos, tornando o suplemento um simbiótico. Só que os benefícios não param por ai. Há trabalhos mostrando que esta cepa é capaz de melhorar a ação de destoxificação do intestino, ajudando a eliminar as aflatoxinas, substâncias potencialmente carcinogênicas produzidas por fungos em amendoins mal estocados. Há um outro trabalho deste ano publicado no J Agric Food Chem que mostra que o controle dos neurotransmissores glutamato e GABA também é feito por este microorganismo, o que reforça postagem anterior de que o "intestino controla o cérebro". Há também um trabalho publicado em janeiro que mostrou que esta mesma cepa melhora a resposta imune contra infecção por pneumovirus, reduzindo a atração (quimiotaxia) de granulócitos e produção da citocinas inflamatórias, com consequente melhora de quadros pulmonares. Há um trabalho do ano passado mostrando melhora no número de evacuações em crianças obstipadas (constipação funcional - neste caso a associação com algumas outras cepas de lacto e bifidobactréias fazem verdadeiros milagres). E por último queria falar de algo que ainda vai ser lançado, agora em abril (Eur J Clin Invest. 2011 Apr;41(4):417-22), mostrando que este microorganismo acelera o esvaziamento gástrico e reduz o refluxo em criança, reclamação comum de 5 em cada 10 crianças nascidas a termo, e 8 em cada 10 nascidas pré-termo. Vale a pena ficar atento a este microorganismo.

4 comentários:

Christiane disse...

Olá Dr. Henrique,

Você tem o nome do paper que sairá em abril?

Grata,

Christiane Bergamasco

Henrique F Soares disse...

Christiane,

Lactobacillus reuteri accelerates gastric emptying and improves regurgitation in infants.

Um abraço

Nutricionista Ana Paula Fidélis disse...

Olá Dr Henrique,
Primeiramente parabéns pela constante atualização, sempre acompanho o seu blog.
Você teria os outros artigos que citou? Sem ser este que sairá em abril.
Obrigada

Henrique F Soares disse...

Não Ana Paula, não tenho. Costumo fazer uma pesquisa, ler os artigos mas não baixo, só quando estou montando um curso, uma aula. Neste caso separei o de abril por achar interessante um artigo que ainda será publicado. Mas é só pesquisar que há esses e outros vários.

Um abraço