terça-feira, 6 de março de 2012

Dieta sem glúten. Há riscos?

Aos que já me ouviram alguma vez em alguma aula, sabem que estou longe de ser um radical na exclusão de qualquer coisa, a não ser daquilo que não oferece nutrientes e compostos de qualidade para um ser humano (tipo pirulito). Entre essas substâncias está o glúten, que acredito deva ter consumo restrito em relação ao que estamos habituados, mas só em alguns casos deve ser totalmente retirado. Qual o risco da retirada total? Ansiedade e depressão. E a discussão passa não só pelos efeitos fisiológicos intestinais desta retirada, inclusive na serotonina e melatonina intestinais, mas principalmente pela ansiedade induzida pela dificuldade de se seguir uma dieta livre de glúten. Não sou em quem está dizendo (ainda que verifique isto nas pessoas), mas os autores dos artigos abaixo.


World J Gastroenterol 2010 June 14; 16(22): 2780-2787
J Gastrointestin Liver Dis.2011 Sep; 20(3):241-5



5 comentários:

Viviane Reis disse...

Oi Henrique, eu tive uma reação alérgica com o glúten e desde o ano passado tive retirar ele da minha vida. O intestino funcionava mal e estava saindo bolhas por todas as extremidades do meu corpo, principalmente pés, mãos e cotovelos.
Quando retirei, fui bem radical e tirei de uma vez, estava muito empolada. Eu tive insônia, ansiedade, comia comia e nada me saciava mesmo que o alimento tivesse muita fibra, mexeu com meu ciclo menstrual, entre outros. Agora sem bolhas e sem todos esses sintomas só ficou a monotonia da dieta, porque não é fácil comer, a indústria hoje não ajuda muito. Tem uma loja na Asa Sul chamada Cellis que colabora bastante. Os preços dos produtos sem glúten, exceto os iogurtes são elevadíssimos e tem mais coisas doces que salgadas.
Enfim, queria relatar um pouco da minha experiência a vocês e todos os leitores do seu blog.
Um abraço!

Henrique Soares disse...

Obrigado pelo relato Viviane, fique a vontade sempre que desejar. Viviane também é nutricionista, isto é importante pela experiência própria que tem com trigo, glúten, celíacos, etc..

Anônimo disse...

Vc fez os testes para DC antes da retirada do Glúten, Viviane?
Vc testou suas bolhas pra ver se eram compativeis com Dermatite Herpetiforme?
Vc teve crise de abstinência depois da retirada do glúten.Acontece muito.
Sou celíaca e minha dieta não é monótona mas consumo pouca coisa industrializada.Mais verduras, frutas e legumes.A parte social pode se tornar complicada se a pessoa tiver dificuldades em aceitar a condição celíaca ou Sensibilidade ao Glúten Não Celíaca.Mas tudo contornável!!
Um abraço
Ester Benatti-Acelbra RJ

Viviane Reis disse...

Obrigada Henrique!

Ester, eu fiz testes sim, mas eles não acusaram a intolerância, o que acusou muito alto foram os anticorpos, que por conta do excesso eles atacaram a minha tireoide e desenvolvi hipotiroidismo, mas desde os 12 anos eu venho procurando saber o que eram essas bolhas e não encontrei respostas, fiz 5 biópsias em época diferentes e também não acusaram nada. Os dermatologistas passaram inúmeras pomadas, ácidos, sabonetes, cremes e nada.
Sobre a crise de abstinência eu senti insônia nas primeiras semanas e ansiedade, hoje está normal.
A parte social é bem complicada, eu saio sempre com uma "matulinha" ounão vou ao local se não tiver açaí. Quase ninguém entende o meu problema, acha que é "frescura" de nutricionista, isso às vezes me deixa irritada.
Eu como muita fruta, castanha, iogurte, cooking, verduras, mas o problema que eu tenho encontrado são as poucas opções de coisas salgadas. Mas vou levando...
Um abraço!

Anônimo disse...

Olá Viviane, desculpe me meter aqui mas fiquei curiosa em saber se sua tireoide melhorou depois que você cortou o glutem. Tenho tireoidite de hashimoto e vou fazer uma experiência de três meses sem glutem para ver se sinto diferença. Obrigada pelo seu relato.