sexta-feira, 12 de março de 2010

Óleo de cártamo e obesidade


Óleo de cártamo é um óleo retirado das sementes da safflower, que é esta flor que se encontra na foto. Rico em polifenóis e ácidos graxos essenciais, tem se mostrado muito controverso na prevenção da obesidade e perda de gordura corporal. Trabalhos muito recentes do ano passado e deste ano mostram isso. Um dos trabalhos feitos com diabético tipo 2 comparando o óleo de cártamo com o ácido linoleico conjugado (CLA) mostrou que o uso do CLA foi mais efetivo em reduzir o peso e o IMC dos participantes, em apenas 8 semanas, enquanto o óleo de cártamo não produziu redução do percentual de gordura total. Entretanto, o grupo que usou óleo de cártamo teve redução importante na glicemia de jejum e aumento na adiponectina, citocina antiinflamatória produzida no tecido adiposo, fundamental para a manutenção do peso perdido após tratamento dos obesos. Já um trabalho deste ano, comparando um grupo que usou gordura de porco e outro que usou gordura de porco acrescida de óleo de cártamo, mostrou que o óleo de cártamo reduz a expressão dos genes que sintetizam as orexinas e grelinas, que são hormônios que aumentam o apetite, logo os pacientes tiveram menos fome. Além disso, o óleo de cártamo promoveu ativação dos receptores nucleares PPAR alfa, que são importantes para promover aumento da captação de gordura no musculo, estimulo da lipólise (perda de gordura) e oxidação (queima) da gordura. Outro trabalho também recente de 2009, comparou grupo que usou óleo de cártamo e outros com óleo de peixe ricos em EPA e DHA e mostrou que o óleo de peixe inibe a sintese de lipidios e o grupo que usou óleo de cártamo teve aumento nas gotículas de gordura dos hepatócitos (células do fígado).
Acho importante também observar que o óleo de cártamo é rico em ácido linoleico, da série w6, o que portanto pode provocar um aumento na proporção w6-w3. Portanto, ainda vejo com cautela o uso deste óleo.

obs: existe uma variedade de óleo de safflower rico em ácido oleico (e não linoleico) que normalmente não é utilizado nos suplementos visando perda de gordura corporal.

18 comentários:

Merielen Sabaini disse...

Olá Henrique, achei muito interessantes seu blog e já estou te senguindo (sou sua seguidora número 210). Gostaria de parabenizá-lo pelos posts esclarecedores que tens feito.

Sucesso hoje e sempre!
Merielen

Henrique F Soares disse...

Seja muito bem vinda Merizinha. Siga sempre e participe, opine, fique a vontade.

Vanuza Freitas disse...

Boa tarde Henrique, gostaria de sugerir uma matéria sobre a ração humana, pois tem sido alvo de bastante especulação e ainda é dúvida para alguns, Tenho minha opinião formada sobre a ração, mas é sempre bom ouvir opiniões de pessoas como vc. Obrigada pelas matérias esclarecedoras que vc posta neste maravilhoso blog. Abç

Vanuza Freitas

ivania disse...

Obrigada Henrique.....

muito esclarecedor!

Henrique F Soares disse...

Vanuza, não existe ração humana. Isso é apenas um nome comercial a uma mistura de vários alimentos, farelos, etc. Produto de marketing, mas não ensina ninguém a se alimentar. Mais uma vez uma tentativa de facilitar aos que querem a lei do menor esforço para modificar hábitos alimentares. Misturar, dois ou três ingredientes já fazemos há muito anos para os pacientes, tipo um mix de semente de gergelim com semente de linhaça, mas nunca com objetivo de querer incluir tantos alimentos e nutrientes para chegar a substituir refeições. E mais vez, na nutrição funcional nós individualizamos, ou seja, este mistura poderia ser boa para uns mas para outros não.

Vanuza disse...

Obrigada Henrique!
Abç
Vanuza

Anônimo disse...

Ola henrique, eu tenho 15 anos e quero emagrecer. faço academia 4 vezes por semana e esse oleo de cartamo me dispertou muito interesse. eu queria saber se existe contra indicaçao para o uso e se realmente traz esse beneficio de emagrecer e tonificar os musculos.
agradecida desde ja.

Henrique F Soares disse...

Anônimo de 15 anos, tem indicações e contra indicações. É preciso avaliar cada pessoa.

Anônimo disse...

Ola Henrique,
meu nome e Gabriel, gostaria sugerir algo. Gostei do seu blog demas, sou seu novo seguidor, porem existe a possibilidade de vc utilizar termos menos tecnicos, ou explicar um pouquinho mais sobre alguns nomes de hormonios, etc...principalemnte sobre o oleo de cartamo, vc explica bem demas! mas sou totalmente leigo no assunto. obrigado e aceite como critica construtiva hein!! rtsd... forte abraco amigo

Cidinha disse...

Olá Henrique, gostei mto do seu blog e gostaria que vc me desse algumas informações. Sou Diabética, Hipertensa tenho Colesterol alto e sou tambem obesa. Quais os sintomas que o óleo de cartamo podem causar quanto à diabetes?
Desde ja agradeço.
Aparecida Almeida

Anônimo disse...

Olá Henrique, gostaria de saber se o óleo de cártamo tem algum efeito na melhora dos sintomas do hipotireoidismo, em especial, o cansaço e indisposição. Você tem alguma sugestão de suplemento que atue na melhora desses sintomas?

Desde já agradeço a atenção e parabéns pelo blog.

Alicia Torres disse...

Boa noite. Sou diabética, e meu nível de glicose costuma ser controlado. Gostaria de saber se posso fazer uso deste óleo de cártamo.

Henrique F Soares disse...

Alicia, não posso recomendar nada pelo blog. Para dizer se vc pode consumir qualquer coisa, devemos fazer uma avaliação clínica, bioquimica, antropométrica, biofísica e conhecer seu padrão alimentar para verificar como está seu consumo de ácidos graxos essenciais, consumo de vitamina E, compostos presentes no óleo de cártamo. Vale como regra para todos os meus pacientes. Obrigado por participar.

Anônimo disse...

HENRIQUE ASSISTI SUA PALESTRA EM SÃO JOSÉ DO RIO PRETO, VIAJEI 2 HORAS SOMENTE PARA ISTO,PORQUE JA HAVIA LIDO ARTIGOS SEUS E TE ACHEI SUPER INTELIGENTE, ME FORMO EM NUTRIÇÃO ANO QUE VEM E DEPOIS DA PALESTRA RESOLVI DEIXAR O MEU TCC SOBRE O DIABETES QUE SÓ FALTAVA FINALIZAR PARA FAZER SOBRE O OMEGA 3. BJS E MUITO SUCESSO, ESPERO ALGUM DIA PODER REENCONTRA-LO EM OUTRAS PALESTRAS OU ATÉ MESMO EM UM CURSO.

Anônimo disse...

HENRIQUE ASSISTI SUA PALESTRA EM SÃO JOSÉ DO RIO PRETO, VIAJEI 2 HORAS SOMENTE PARA ISTO,PORQUE JA HAVIA LIDO ARTIGOS SEUS E TE ACHEI SUPER INTELIGENTE, ME FORMO EM NUTRIÇÃO ANO QUE VEM E DEPOIS DA PALESTRA RESOLVI DEIXAR O MEU TCC SOBRE O DIABETES QUE SÓ FALTAVA FINALIZAR PARA FAZER SOBRE O OMEGA 3. BJS E MUITO SUCESSO, ESPERO ALGUM DIA PODER REENCONTRA-LO EM OUTRAS PALESTRAS OU ATÉ MESMO EM UM CURSO. PATRICIA

Cici disse...

Henrique,
tomo óleo de cártamo há dois meses e nos últimos dias tenho sentido enjôos, dores abdominais e por duas vezes tive diarréia logo após a refeição. Por via das dúvidas, suspendi o uso do óleo de cártamo. Minha pergunta é: estes sintomas podem estar relacionados ao consumo do óleo? (Não fiz nenhuma alteração na dieta, que é de baixa caloria e baixa ingestão de gorduras) Por quanto tempo deve-se tomar o óleo de cártamo? Deve-se fazer pausas periódicas ("ciclar" como se fala para alguns suplementos)?

Henrique Soares disse...

Cici, provável relação com o óleo de cártamo porque ele é feito de gordura ômega-6, portanto vc pode estar inflamando, além disso ele estimula saída de gordura para o fígado. Sobre recomendação, somente em cursos ou no consultório, é proibido pelo Conselho qualquer recomendação por meio da internet. Abraço.

Heloisa disse...

Hoje comecei a tomar Linolen e em 2 horas fui parar no pronto socorro com uma reacao alergica muito agressiva. Nariz, olhos, ouvidos, pescoço, couro cabeludo cocando muito. Fiquei bem vermelha com feridinhas de tanto cocar. Vc foi o unico que disse que cautela no uso deste óleo. Isso eh muito importante. Se eu nao tivesse perto de um pronto socorro eu poderia estar em serios apuros. Nao sei qual componente me deu a alergia.