quarta-feira, 6 de maio de 2009

Refrigerante causa câncer

Uma pesquisa com 24 refrigerantes realizada pela Pro Teste - Associação Brasileira de Defesa do Consumidor – verificou que sete marcas contêm uma substância relacionada ao câncer, o benzeno. O composto é resultado da reação de um conservante, o benzoato de sódio, com a vitamina C. Não há regra para a quantidade de benzeno em refrigerantes. A pesquisa levou em consideração o limite estabelecido para água potável: 5 microgramas por litro.

A Sukita Zero foi a que apresentou maior quantidade, com 20 microgramas, seguida pela Fanta Light, que tem 7,5 microgramas. Além desses dois refrigerantes, Dolly Guaraná, Dolly Guaraná Light, Fanta Laranja, Sprite Zero e Sukita também extrapolavam o limite para água potável.

A técnica da Pro Teste Fernanda Ribeiro afirmou em entrevista à Folha de São Paulo que ainda é difícil estudar a relação entre o benzeno e o câncer em humanos, mas já se sabe que a substância tem alto potencial carcinogênico. Se consumida regularmente, pode favorecer tumores. Segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), não há limite seguro de consumo.

É importante ressaltar que consumir o benzeno não significa que uma pessoa terá câncer – a doença depende de vários outros fatores, como predisposição genética e outros hábitos de vida. No meio-ambiente, a substância é decorrente principalmente da fumaça do cigarro e da queima de combustível. Detergente, borracha sintética e náilon a utilizam como matéria-prima.

Em nota, a Cola-Cola, fabricante da Fanta, afirmou que cumpre a lei e que os corantes de bebidas são descritos no rótulo. A empresa também informa que o benzeno está presente em alimentos e bebidas em níveis muito baixos.

A AmBev, responsável pela Sukita, alegou trabalhar sob os mais rígidos padrões de qualidade e em total acordo com a legislação brasileira.

Matéia publicada hoje, dia 6 de maio de 2009, no jornal Correio Braziliense.

2 comentários:

Nutrição disse...

Legal estar em sintonia professor!!
Estava lendo meus e-mails e o assunto era sobre a quantidade de benzeno contida nos refrigerantes.
Tem até o relato de um caso sério, vivido pela família de um médico(Edson Saraiva)à respeito de intoxicação por benzeno.
Se for do seu interesse, coloco aqui no blog.
Att.Líli

Érick Moura disse...

Bom, primeiramente tem que saber se essa pesquisa foi feita varias vezes e que metodos de pesquisa foram utilizados. A mídia ela nao ta nem aí se é verdade ou mentira, ta afim de chamar atençao, de atrair. Essa pesquisa pode ter sido feita recentemente.
Pode até ser que cause câncer, mas a longo prazo. Isso so o tempo dirá.
O professor pode explicar melhor.
Estou começando a acompanhar seu blog. Está de parabens. Continue assim. Sou estudante de Nutriçao da UFPI.
Um abraço!