sábado, 6 de junho de 2009

Suco de uva tem mesmo efeito de vinho tinto


Muito se propaga a idéia do consumo de vinho tinto seco para redução do risco de doenças cardiovasculares. As afirmativas e indicações nesse sentido são coerentes baseadas em inúmeras pesquisas que mostram que 2 cálices de vinho tinto por dia podem reduzir agregação plaquetária e reduzir o estresse oxidativo endotelial, reduzindo a pressão arterial, a hipercoagulação/trombose e formação de placas ateroscleróticas, redução do colesterol sanguineo e alguns outros fatores menores. Entretanto, vinho continua trendo alta concentração de etanol, o que pode desencadear vício em pessoas predisponentes, além de que é comum observar na prática, nos pacientes com hábito diário do vinho, hipertrigliceridemia e adiposidade abdominal, o que se justica pelo alto indice glicemico do vinho; além disso, álcool é um forte contribuinte para a hiperuricemia e outras doenças. Portanto, prefiro ir na fonte, ou seja, nas uvas roxas e pretas, e me certificando que os compostos fenólicos, resveratrol, e outros compostos presentes na uva, estão na mesma concentração nos sucos de uvas como nos vinhos, inclusive de uvas brasileiras como mostram trabalhos publicados no Brasil (para ver os artigos, clique nos números 1 e 2). E vou além: misturar suco de uva batido com maçã e morango, aumenta o teor de antiinflamatórios do suco além de carotenóides anticarcinogênicos, caso do licopeno do morango. E bater vinho com morango e maçã, não acredito que seja uma boa opção dietética, pensando em palatabilidade.

obs: use sucos de uva integrais, preferencia de garrafas de vidro, sem agrotóxicos e conservantes

5 comentários:

Anônimo disse...

Boa noite Henrique, obrigado por ser um exemplo a todos que amam a ciência da nutrição. Li uma vez que as sementes da uva seriam importantes para o consumo, uma vez que teriam flavonoides, assim como na casca. Isso confere?
Obrigado,
G.

Henrique F Soares disse...

As sementes tem altissimo teor de flavonóides, mas precisam ser mastigadas e/ou trituradas para liberar tais compostos. O nutricionista também pode prescrever suplementação com extrato de semente de uva (vitis vinifera).

Na próxima, por favor se identifique.

Marcelo Carvalho disse...

Henrique,

Existe algum estudo que demonstre a existência e quantidade de flavonóides nas polpas congeladas sem conservantes?

Abraço

Marcelo Carvalho

Drª Odeth Oliveira disse...

Adorei o post! :)

Nutrição disse...

Mais uma vez, valeu o assunto.
Nota DEZ para o post!!
Professor, é possível mandar a receita da massa de banana verde, as pessoas que assistiram a sua apresentação estão solicitando.

Att.
Marli